top of page

Pastel de Viriato

Porções: 12 unidades

Tempo de Preparo: 60 minutos

Tempo de Cozedura: 25/30 minutos

Dificuldade: Fácil

 

Aprenda neste vídeo a fazer os famosos Viriatos!

O pastel Viriato, típico da cidade de Viseu, é um bolo de massa doce e coco, em forma de V, que herdou o nome do herói mítico de Viseu. A marca "Pastel de Viriato" foi registada pela Confeitaria Amaral em 1995, no entanto é um pastel muito vendido por todas as pastelarias desta cidade e um pouco por todo o país.


Receita de Pastel de Viriato


INGREDIENTES


Massa:

  • 500 gr de farinha 55 (sem fermento e de boa qualidade)

  • 50 gr de açúcar fino

  • 50 gr de margarina bolo rei ou manteiga

  • 50 ml de leite

  • 7 gr de sal fino

  • 1 ovo inteiro

  • 25 gr melhorante brioche 5%*

  • 150 ml de água fresca

  • 25 gr de fermento padeiro (biológico fresco)

  • Aroma (opcional)


Recheio e cobertura:

  • 200 gr de água

  • 200 gr de açúcar

  • 1 casca de limão

  • 1 pau de canela

  • 400 gr de coco ralado

  • 50 gr de manteiga

  • 5 ovos

  • Açúcar em pó q.b.


NOTAS

* Melhorante Brioche 5%:

Este é o melhorante de pastelaria, para a elaboração de massas doces fermentadas. Confere cor amarela e excelente sabor e aroma, proporcionando volume, macieza e ótima estabilidade à massa, permitindo que esta tenha mais durabilidade antes e depois de cozida. Em produção caseira ou para cozer e consumir de imediato, não é obrigatório usar este ingrediente.



 

PREPARAÇÃO


Recheio:

  1. Adicionar a água com o açúcar, a casca de limão e o pau de canela num tacho e levar ao lume a ferver 2 minutos.

  2. Adicionar a manteiga derretida no coco e envolver bem.

  3. Adicionar a calda a ferver no coco e envolver bem para escaldar o coco todo.

  4. Adicionar os ovos e misturar bem até ficar uniforme.

  5. Deixar arrefecer e reservar.


Massa e acabamento:

  1. Juntar todos os ingredientes menos o fermento padeiro e a água e começar a amassar em primeira velocidade (lenta).

  2. Adicionar a água aos poucos amassando sempre até a massa ficar uniforme, cerca de 4 minutos.

  3. Mudar para segunda velocidade (rápida) e amassar até a massa começar a ficar lisa e elástica, cerca de 8 minutos.

  4. Adicionar o fermento padeiro e amassar até envolver bem e a massa atingir ponto de véu* e ficar bem elástica, cerca de 4 minutos.

  5. Transferir a massa para uma bancada enfarinhada, enrolar um pouco a massa formando um patão, tapar a massa com um plástico e deixar descansar 10 minutos antes de utilizar.

  6. Esticar a massa ao comprido com pelo menos 40 cm de largura.

  7. Mexer o coco para envolver novamente e barrar 1/3 do coco ao comprido da massa, no centro.

  8. Dobrar a parte inferior da massa por cima do coco e espalmar um pouco com a mão.

  9. Barrar novamente com coco por cima da dobra.

  10. Dobrar a parte superior da massa por cima do coco, de forma a finalizar uma dobra simples ao comprido com duas camadas de recheio.

  11. Barrar por cima com o restante coco e alisar a superfície com uma espátula.

  12. Cortar a tira em Viriatos com formato triangular, deixando sempre a parte maior com 8 cm e a mais pequena com 3 cm e depois dar um golpe com a ponta da faca na parte maior de cada Viriato.

  13. Colocar os Viriatos num tabuleiro forrado com papel siliconizado, relativamente afastados.

  14. Deixar levedar até dobrar de tamanho, polvilhar com açúcar em pó e cozer no forno pré-aquecido a 180ºC até ficarem bem cozidos e dourados, com o coco estaladiço, cerca de 25 a 30 minutos.

  15. Deixar arrefecer e servir!


NOTAS

*Liga da massa (ponto de véu):

É o processo causado pelo glúten das farinhas que dá a elasticidade e a coesão à massa. Para verificar, deve molhar os dedos em água, retirar um pouco de massa, esticar a massa com os dedos molhados, esta quando tiver ponto de liga deve esticar bem sem rasgar formando um véu quase transparente, se rasgar muito é sinal de que ainda não têm a liga necessária.


Escaldar o coco faz com que este fique mais macio e liberte mais aroma.


Os Viriatos podem ser congelados diretamente depois de feitos, em tabuleiros ou recipientes untados com desmoldante ou manteiga e bem tapados. No dia em que for para cozer, separar por tabuleiros com papel siliconizado, deixar levedar, polvilhar com açúcar em pó e cozer.

 

Espero que goste!

Deixe um like, partilhe e se tiver dúvidas coloque nos comentários!


Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page